QUE LEGAL: Iniciativa do cabo Rondon vira atração para crianças na sede Polícia Ambiental de Jales



QUE LEGAL: Iniciativa do cabo Rondon vira atração para crianças na sede Polícia Ambiental de Jales

Cabo Rondon, idealizador do projeto que ganhou a adesão dos companheiros do 2º Pelotão da Polícia Ambiental de Jales

  •  

    Ideias simples que fazem toda a diferença. Foi exatamente assim a iniciativa do cabo Rondon, da Polícia Ambiental de Jales, que ganhou a adesão e seus companheiros de profissão, e que está fazendo muito sucesso, principalmente entre as crianças e adolescentes que visitam o 2º Pelotão, bem ao lado do Bosque Municipal “Aristophano Brasileiro de Souza”.
    Quem passa pela Avenida João Amadeu e observa o local, pode perceber que o espaço ganhou esculturas de alguns animais, que ficam expostas no jardim do estacionamento e viraram atração. A ideia surgiu depois que o policial visitou Urânia e conheceu um artesão que faz as estátuas em cimento.
    “Com o apoio do comando do Pelotão e dos companheiros, procuramos o Gilmar da Sabesp, pois sabíamos que a empresa dispõe de uma verba para educação ambiental. O Gilmar, de pronto, concordou em colaborar. O resto ficou por nossa conta”, contou Rondon.
    A repercussão foi grande e ganhou as redes sociais e chamou a atenção da imprensa, inclusive de afiliada da Rede Globo. Além disso, a Prefeitura de Ibitinga entrou em contato com a Polícia Ambiental de Jales para saber quem é o artesão que fez as estátuas dos animais. “Eles estão querendo fazer algo parecido lá em Ibitinga”.
    O objetivo principal, além de ensinar as crianças e os adultos a ter respeito pelo meio ambiente, é promover uma aproximação da polícia ambiental com a população.
    A Polícia Ambiental já tem sido procurada por escolas, que planejam levar as crianças até a sede do 2° Pelotão.
    A ideia deu certo, agradou e merece sua visita. Corre lá e confere!

     

     

  • Douglas Zílio

    Douglas Zílio, publicitário, que há 11 anos atua no ramo da comunicação, levando informação com ética.

Comentários


Deixe um comentário